Pesquisa mundial revela o perfil dos consumidores da internet

A Nielsen divulgou um estudo que mostra quem mais faz compras pela internet. Os dados foram levantados em cerca de sessenta países e evidenciam que o povo latino é líder nas pesquisas, porém na hora de gastar o dinheiro, os asiáticos são mais “mão aberta”.

O assunto faz parte do levantamento global de e-commerce da Nielsen. Foram entrevistados para compor o estudo cerca de trinta mil usuários da web e, através do questionário e de outros acompanhamentos, pode-se saber como eles atuam em sites de compras.

As lojas online estão sendo mais procuradas desde 2011. De lá para cá, o número de prováveis consumidores virtuais praticamente dobrou.

Produtos novos, direcionados para quem faz compra pela internet, também modificaram o segmento. Entre estes produtos, podem ser citados ingressos, e-books, artigos de esporte e brinquedos.

A pesquisa também revela que o interesse de quem mais faz compra pela internet continuará a existir.  Dos entrevistados, 46% asseguraram ter planos de fazer compras de artigos de vestuário através da internet nos seis meses próximos, enquanto 48% estavam avaliando passagens aéreas e 44% visualizavam com frequência diárias de hotéis para escolher o momento de bater o martelo.

Quem mais faz compra pela internet?

A conclusão da pesquisa mostra que a América Latina é líder na busca de produtos pela internet. Mas, quem mais fecha negócios são os países da Ásia.
A boa notícia para os interessados no e-commerce é que, em ambas as regiões, a média mundial de buscas de produtos foi ultrapassada em todas as vinte e duas categorias de produtos envolvidos na pesquisa.

De acordo com analistas, os latino americanos ainda não convertem a maioria das buscas em compras devido ao sinal variável de conexão, muitas vezes precário. Também são pontos negativos do e-commerce na América latina a alta taxa tributária, o preço da distribuição dos produtos e os graves entraves de logística.

A pesquisa revela ainda que, quem mais faz compra pela internet está mais interessado em produtos duráveis. Alguns dados mostram como foram feitas as compras de produtos específicos:

Dos 33% que estavam interessados em cosméticos, 31% realizaram a compra.

Dos 24% que faziam pesquisa de artigos para animais domésticos, 21% compraram.

Já no caso de bens duráveis, como videogames, aparelhos de telefone celular e notebooks, as pesquisas são bem maiores, porém a conclusão de compra é 7% menor, principalmente devido ao preço dos aparelhos.

Compra-se mais pelo celular ou pelo computador?

A pesquisa revela que o computador continua sendo a plataforma principal de compra dos interntautas consumidores, em todas as regiões de pesquisa. Porém, os consumidores do Oriente Médio e da África mostram grande preferência pelo smartphone. Por lá, 55% dos entrevistados confirmam que fazem compras pelo aparelho celular. A média mundial para confirmação de transações financeiras via smartphone ficou em 44%.

Outros lugares do mundo

Na Ásia, segundo a pesquisa, 52% dos entrevistados confirmaram que compram pelo celular. Na América Latina, o índice ficou em 48%. Os europeus parecem não gostar tanto das compras via smartphone: por lá, o índice ficou em apenas 33%.

 

Foto: episerver

Data: 17/09/2014

Voltar

Fale conosco

Formas de Pagamento

Criado por Sites & Cia

2021 | Click Textos - Agência de Conteúdos